17/07 Prefeitura recolhe cavalos abandonados nas ruas 17/07 Secretaria de Educação convida vereadores e apresenta balanço e projeções para 2018 17/07 Em dia de doação, Guaíba coleta 102 bolsas de sangue para Hemocentro 17/07 Prefeitura promove atividades especiais nas férias de julho 11/07 Secretaria de Assistência Social recebe capacitação para implantar a ID Jovem 11/07 Guaibenses aproveitam mais um fim de semana de atividades culturais 11/07 Alterações no trânsito em razão de obras da rotatória da Nestor de Moura Jardim 06/07 CAPS Álcool e Drogas tem capacidade de atendimento ampliada 04/07 Unidade móvel do Hemocentro estará em Guaíba na próxima terça-feira (4) 04/07 Saiba o que Guaíba ganha com o novo CT do Internacional 04/07 Posto da Primavera/São Jorge realiza dia extra de atendimentos 27/06 Prefeitura aprova projeto de CT do Internacional em Guaíba 27/06 Servidores e professores municipais iniciam curso de Libras 22/06 Prefeitura busca solução para evitar pontos de alagamentos 22/06 Clima de amizade marca abertura da 28ª edição dos Jogos Estudantis das Escolas Municipais 20/06 Prefeitura entrega mais de 300 itens para os Bombeiros 20/06 Prefeitura reduz fila de espera por exames de tomografia 20/06 Só Fumaça é o time campeão da Primeira Divisão de Futsal 08/06 Prefeitura de Guaíba antecipa parcela de 13º para servidores 08/06 28º Feira do Livro de Guaíba encerra com público total de 17 mil pessoas
ECB Sistemas Desenvolvimento Web
ECB Sistemas Desenvolvimento Web Publicidade
Notícias // 09/02/2012

Sindicato dos Comerciários de Guaíba participou do Fórum Social Temático 2012

A presidente do Sindicato dos Comerciários de Guaíba e Região (SEC Guaíba), Ivone Simas, participou das atividades do Fórum Social Temático 2012 (FST), quarta-feira, dia 25 de janeiro, em Porto Alegre. Pela manhã, juntamente com dirigentes da categoria comerciária, ocupou a Mesa de abertura da reunião do Secretariado Nacional dos Trabalhadores do Setor de Comércio e Serviços da Força Sindical (SENTRACOMSERV), na sede da entidade gaúcha. Ivone Simas é secretária-geral da Federação Intermunicipal de Sindicatos de Trabalhadores no Comércio de Bens e de Serviços da Força Sindical do RS (Fetracos). Ela reforçou a importância da representação dos comerciários nas decisões e negociações da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), bem como a intensificação da luta pelo direito de descanso nos domingos, que acredita deve estar certificada em lei. Participaram da Mesa, a presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Setor de Vestuário, Eunice Cabral; o presidente da Força Sindical RS, Clàudio Janta; o presidente do Sindicato dos Comerciários de Porto Alegre, Nilton Neco; secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, e presidente da Federação dos Comerciários de São Paulo, Luiz Carlos Mota.

Em seguida, o diretor da Fetracos, Dionísio Mazui e o presidente da Federação dos Comerciários de SP, Luiz Carlos Mota, conduziram os debates abertos a participação dos dirigentes sindicais. Ficou decido que os novos indicativos, principalmente com relação ao trabalho aos domingos, serão debatidos de forma mais ampla em reuniões pré-definidas, abrangendo sindicalistas de todo o Brasil. As prioridades apontadas foram: regulamentação da profissão, fortalecimento das negociações coletivas nacionais e internacionais, manutenção do imposto sindical, revogação da emenda constitucional 45, intervenção do Ministério Público nas relações de trabalho, terceirização do trabalho, redução da jornada de trabalho, implementação do trabalho decente, fortalecimento da campanha para eleger representações políticas e o trabalho aos domingos.

O Mundo do Trabalho

À tarde, Ivone Simas, que além de presidente do SEC Guaíba é diretora da Força Sindical estadual e nacional, participou com demais sindicalistas, da oficina em torno do Mundo do Trabalho, no Auditório Dante Barone, na Assembleia Legislativa, quando estavam presentes representantes de diversas centrais sindicais do Brasil e da América Latina. Pelas explanações foi possível perceber que a contribuição dos trabalhadores de forma organizada e participativa, nos debates, mobilizações e demais ações, contribui para a estabilidade econômica do País. Ficou estabelecida a continuidade das lutas pelo trabalho decente, de forma unificada, com condições justas de trabalho e remuneração para o crescimento da economia.

 

URL Curta:
Comente esta notícia: