10/01 Polícia comprova que ex-secretária e atual vereadora de Guaíba desviou material da Prefeitura 05/01 Sperotto toma posse e promete melhor uso do escasso dinheiro público 14/12 Foragido é preso por roubo de veículo em Guaíba 14/12 Novo CRAS da Zona Sul atenderá a 16 bairros 13/12 Homem é preso em Guaíba por lesão corporal e descumprimento de medidas protetivas 07/12 Incêndio atinge píer na Ilha das Flores 07/12 Homem é preso por violência doméstica 05/12 Prisão por receptação de veículo em Eldorado 05/12 Prisão por tráfico de drogas em Guaíba 05/12 Presidente da Celulose Riograndense faz balanço do ano em encontro com jornalistas 29/11 Prefeito pede mais policiamento ostensivo na região do pronto-atendimento 28/11 Quadrilha é presa em Guaíba 25/11 Ford aceita pagar R$ 216 milhões ao RS 22/11 Festival de Verão traz diversos shows no Itapuí 21/11 Divulgado o cronograma das vagas na Educação Infantil 21/11 Três homens são presos por tráfico de drogas 18/11 Prefeitura de Eldorado do Sul inaugura UBS 18/11 Prefeitura rompe contrato com empresa que constrói creches do proinfância 17/11 Prefeito eleito Sperotto apresenta secretários para seu Governo 15/11 Localizado carro irregular em Guaíba
ECB Sistemas Desenvolvimento Web
ECB Sistemas Desenvolvimento Web Publicidade
Notícias // 05/12/2016

Presidente da Celulose Riograndense faz balanço do ano em encontro com jornalistas

Mantendo a tradição de promover um encontro anual com os profissionais da comunicação, o presidente da Celulose Riograndense, Walter Lídio Nunes, apresentou para os jornalistas dos principais veículos da imprensa gaúcha um balanço do ano de 2016 e as expectativas da empresa para o próximo ano. O encontro aconteceu no horário do almoço desta quarta-feira (30/11), no Restaurante Copacabana, em Porto Alegre, e reuniu cerca de 50 comunicadores.

Walter Lídio destacou o fato de a Linha 2 da empresa, inaugurada em maio do ano passado, já ter alcançado, durante 2016, a capacidade plena de produção projetada de 1,3 milhão ton/ano de celulose. “Junto com os investimentos que fizemos na modernização da Linha 1 e em outras melhorias, que montam R$ 200 milhões, e os aprimoramentos em infraestruturas para a logística de transporte de cargas, especialmente no modal hidroviário, devemos atingir, em 2017, uma produção total de 1,8 milhão de toneladas de celulose de fibra curta branqueada em ambas as linhas de produção”.  O executivo explicou que a empresa também investiu cerca de R$ 20 milhões na revitalização e operacionalização do Porto de Pelotas, o que permitiu o início do transporte de madeira vinda da Região Sul para Guaíba e de celulose para exportação de Guaíba até o porto de Rio Grande.

Para o próximo ano, Walter Lídio prevê um crescimento da demanda por celulose, especialmente de países como China e Índia. “O Brasil tem uma grande vantagem em comparação com outros países: tem excelente clima, solo e tecnologia para a produção de celulose. E como há uma demanda forte e crescente pela sustentabilidade, temos a grande oportunidade de nos destacar nesse setor”. No entanto, Walter avalia que, enquanto vigorar o parecer da Advocacia Geral da União, que restringe a aquisição de terras brasileiras por empresas com capital estrangeiro, o Brasil ficará limitado na produção de celulose: “Comparativamente a outros países, temos muito poucas florestas plantadas. E se não ampliarmos a nossa base florestal, faltará madeira para atender à demanda mundial”, prevê o presidente.

Foto: Erica A. Marques


URL Curta:
Comente esta notícia:
Publicidade
TV Costa Doce

Móveis catarinense
Curta o Portal no Facebook
Publicidade
Guaiba Telecom