17/07 Prefeitura recolhe cavalos abandonados nas ruas 17/07 Secretaria de Educação convida vereadores e apresenta balanço e projeções para 2018 17/07 Em dia de doação, Guaíba coleta 102 bolsas de sangue para Hemocentro 17/07 Prefeitura promove atividades especiais nas férias de julho 11/07 Secretaria de Assistência Social recebe capacitação para implantar a ID Jovem 11/07 Guaibenses aproveitam mais um fim de semana de atividades culturais 11/07 Alterações no trânsito em razão de obras da rotatória da Nestor de Moura Jardim 06/07 CAPS Álcool e Drogas tem capacidade de atendimento ampliada 04/07 Unidade móvel do Hemocentro estará em Guaíba na próxima terça-feira (4) 04/07 Saiba o que Guaíba ganha com o novo CT do Internacional 04/07 Posto da Primavera/São Jorge realiza dia extra de atendimentos 27/06 Prefeitura aprova projeto de CT do Internacional em Guaíba 27/06 Servidores e professores municipais iniciam curso de Libras 22/06 Prefeitura busca solução para evitar pontos de alagamentos 22/06 Clima de amizade marca abertura da 28ª edição dos Jogos Estudantis das Escolas Municipais 20/06 Prefeitura entrega mais de 300 itens para os Bombeiros 20/06 Prefeitura reduz fila de espera por exames de tomografia 20/06 Só Fumaça é o time campeão da Primeira Divisão de Futsal 08/06 Prefeitura de Guaíba antecipa parcela de 13º para servidores 08/06 28º Feira do Livro de Guaíba encerra com público total de 17 mil pessoas
ECB Sistemas Desenvolvimento Web
ECB Sistemas Desenvolvimento Web Publicidade
Notícias // 29/04/2011

Partidos gaúchos abrem o Fórum da Reforma Política em Porto Alegre

O Fórum da Reforma Política, composto por treze partidos e entidades da sociedade civil, começou a discutir temas como o financiamento público de campanha, as coligações partidárias e a cláusula de barreira nas eleições. As divergências sobre vários itens são proporcionais ao tamanho e ao interesse dos políticos e partidos. O ex-deputado federal Ibsen Pinheiro, presidente do PMDB no Estado, se mostrou favorável ao voto em lista pré-ordenada, onde se vota no partido, o que reduziria a presença de vultuosos recursos para o candidato e seu comitê de campanha.

"O número de partidos (de aluguel) não é casual, e sim resultante do modelo atual. Sou a favor de que haja milhares de partidos, mas que a representação deles no Congresso seja escolhida pelo número de votos. Atualmente, o modelo é indutor do financiamento privado por que cada candidato é um partido. Defendo um modelo em que o voto é partidário", argumentou Ibsen Pinheiro.

A comissão especial da reforma política do Senado aprovou o sistema que determina que os eleitores votem nos partidos, e não mais nos candidatos. O advogado especialista em Direito Eleitoral, Antônio Augusto Meyer dos Santos, acredita que em 2012 a primeira modificação a ser aprovada pelo Congresso Nacional é o financiamento público de campanha, por haver maior consenso entre os partidos.

"Parece um equívoco, por que isso, combinado com o fundo partidário, vai gerar um gasto público de R$ 1,1 bi para atividades políticas, tão desacreditadas no país. Sobre o voto em lista, acredito que a cláusula de barreira (desempenho) poderia ser mais viável para acabar com os partidos de aluguél que vendem horário de rádio e televisão", avalia.

O primeiro encontro do Fórum ocorreu no Chalé da Praça XV, no centro do Porto Alegre, nesta sexta-feira (29). A senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) foi a painelista. Em maio estão previstos encontros com a participação de deputados federais, que falarão sobre reforma política.

Fonte: Rádio Guaíba
URL Curta:
Comente esta notícia: